O que faz um Assessor de Investimentos?

Análise de perfil, composição de portfólio, envios de ordens: saiba o que faz um Assessor de Investimentos.

Análise de perfil de investidor, composição de portfólio, envios de ordens: afinal, o que faz exatamente um Assessor de Investimentos? Se você quer saber a resposta, veio ao lugar certo.

Neste artigo, iremos apresentar a você quais são as principais funções de um Assessor de Investimentos e qual é o papel dele no mercado financeiro.

De uma maneira simplificada, o Assessor de Investimentos orienta as pessoas quanto às suas escolhas na hora de aplicar os seus recursos, levando em conta o perfil do investidor.

Dessa forma, o Assessor de Investimentos se revela uma figura muito importante dentro do mercado financeiro. Confira mais detalhes sobre este profissional lendo este artigo até o final.

O Assessor de Investimentos e o mercado financeiro

O mercado financeiro pode ser entendido como o ambiente onde os investidores adquirem e vendem os seus ativos financeiros, como ações, títulos etc.

Quando se fala em aplicações financeiras, há duas formas de se fazer isso:

1. Aplicações em Renda Fixa

Nesse caso, o investidor vai “emprestar” dinheiro ao governo ou alguma outra instituição financeira. Em troca, vai receber o valor emprestado com juros, que podem ser prefixados ou pôs-fixados.

2. Aplicações em Renda Variável

Aqui, estamos falando das ações de empresas ou outros ativos financeiros negociados na Bolsa de Valores. Neste mercado, os retornos costumam ser maiores, mas o risco também.

Sugestão do editor: para saber mais, leia:

Renda Fixa x Renda Variável: onde investir?
10 Mitos e Verdades sobre Investimentos

Qual a função do Assessor de Investimentos?

O assessor de investimentos atua no mercado financeiro intermediando a relação entre os profissionais encarregados de analisar os investimentos e os investidores.

É importante destacar que o Assessor de Investimentos deve estar autorizado a exercer sua função, por meio de um certificado da ANCORD – Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadoria.

Esses profissionais ficam responsáveis por captar os clientes e orientá-los a respeito dos produtos oferecidos no mercado financeiro.

Reuniões com investidores

Uma vez feita essa conversa com os investidores, o assessor transmite as informações às corretoras, intercedendo, dessa forma, a relação entre esses dois atores do mercado financeiro.

Se o investidor quer saber mais informações a respeito dos investimentos em títulos de renda fixa ou renda variável, por exemplo, o assessor é o profissional encarregado de orientar este investidor.

Porque o Assessor de Investimentos é importante?

Estes profissionais têm uma atuação muito importante dentro do mercado financeiro. Primeiro, porque eles têm a função de ajudar as corretoras a prospectar clientes.

Por outro lado, e o mais importante, o assessor é muito útil para os investidores, visto que suas orientações fazem com que os investidores definam seus investimentos com segurança e orientação.

Quem pode ser Assessor ?

Para exercer essa profissão é preciso atender a certos requisitos, como:

  • Possuir ensino médio;
  • Não ter antecedentes criminais;
  • Exercer os direitos civis com plenitude;
  • Residir no Brasil;
  • Pagar um valor determinado para se inscrever na prova da Ancord e ser aprovado no exame.

Presentes esses requisitos, a pessoa estará apta a se tornar um assessor. Além disso, estudar o mercado financeiro é fundamental. Clique no banner abaixo e conheça o Curso Start.

Artigos relacionados:

Kit Gratuito de Planilhas

Para te ajudar a organizar, controlar, analisar e decidir pelas melhores oportunidades de investimentos, acesse gratuitamente um kit com 4 planilhas exclusivas.

Leia mais »