Como declarar Fundos de Investimento no Imposto de Renda

Como declarar Fundos de Investimento no Imposto de Renda
Head de Fundos da Sacre Investimentos dá dicas sobre como declarar Fundos de Investimento no Imposto de Renda 2022.

Ei, você investidor pessoa física, possui fundos de investimentos e precisa fazer a Declaração de Imposto de Renda 2022: parece assustador, né? Mas fique tranquilo, isso não quer dizer que precisa pagar tributo sobre eles, mas precisa prestar contas ao Leão

Lembre-se: seus investimentos fazem parte do seu patrimônio, assim como sua casa, carro, ações etc. 

Prazer, sou Thiago Melo, Head de Fundos de Investimentos da Sacre Investimentos, e vou falar hoje sobre como declarar Fundos de Investimento no Imposto de Renda (não vamos falar de Fundos Imobiliários e ETFs, pois são listados em bolsa e possuem uma regra mais específica).

Quanto é o IR nos Fundos de Investimento?

O primeiro grande passo que precisa fazer será pegar o Informe de Rendimentos fornecidos pelas instituições financeiras no qual realiza as aplicações: basta entrar em contato com estas e solicitar, geralmente são de fácil acesso. 

Estes relatórios contêm informações do CNPJ do fundo de investimento, CNPJ do Administrador do fundo ou fonte pagadora, nome da pessoa que vai receber os lucros, valor líquido dos rendimentos recebidos, código de classificação do fundo de investimento, entre outros.

Na Classificação de dos fundos precisamos atentar se é Fundo Multimercado, Ações, de Longo Prazo, Curto Prazo, Isentos. Os fundos de investimentos trazem a facilidade de Recolher o Imposto através do come-cotas (antecipação de Imposto) ou no Resgate, sem precisar gerar a DARF para pagamento. O imposto funciona da seguinte forma: 

aprenda como é fácil investir em ações

Fundos de curto prazo (vencimento máximo 365 dias)

  • Quando vencem em até 180 dias, a alíquota é de 22,5%.
  • Vencimento entre 181 e 365 dias, a alíquota é de 20%.

Fundos de longo prazo (Vencimento acima de 365 dias)

  • Vencimento em até 180 dias: alíquota de 22,5%.
  • Vencimento entre 181 e 360 dias: alíquota de 20%.
  • Vencimento entre 360 e 720 dias: alíquota de 17,5%.
  • Vencimento em 721 dias ou mais: alíquota de 15%.

Fundos de Ações 

  • 15%

Declarar Fundos de Investimento no IRPF

Bom, com o informe nas mãos, vamos precisar acessar o programa Receita Federal para o IRPF (baixe neste link) .

No programa, vamos buscar no campo “bens e direitos”, o grupo “fundos”, no código (observar em qual campo selecionar, depende o tipo do fundo e tributação), adicionar o CNPJ, colocar no campo “Discriminação”, Informações como nome do Fundo, Administrador e CNPJ dos mesmos, e situação em 31/12/2020 e 31/12/2021. (buscar as informações no Informe de Rendimento).

Feito a primeira parte, vamos para o campo “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/ Definitiva”, e preencher com as informações já coletadas pelo Informe, inclusive com os rendimentos do período. 

Assessoria de Investimentos

Suporte para fazer a declaração do IR 2022

Este texto vem com intuito de mostrar que fazer a declaração de fundos de investimentos não é um bicho de sete cabeças, mas requer muita atenção.

Mas, não se aventure, busque informações de confiança. Caso tenha dúvidas, procure um contador de confiança e que tenha conhecimento sobre a declaração de seus investimentos.

Até o próximo artigo!

Sugestão do editor: para saber mais, leia:

Como é cobrado o Imposto de Renda sobre Ações
Não sabe qual ação comprar? Os Fundos de Ações te ajudam

Share:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Most Popular

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.

Categories

On Key

Related Posts

Curso Start – Os primeiros passos nos Investimentos

O Start é um curso para quem busca dar os primeiros passos no mundo dos investimentos. Aqui o futuro investidor, encontrará as respostas certas para as suas dúvidas, e sentir segurança para começar a colocar o dinheiro trabalhar.